Maria Auxiliadora Seabra Rezende

A deputada federal Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM/TO) é filha de professores e tem uma vida ligada à educação. Dorinha esteve à frente da Secretaria da Educação e Cultura do Tocantins por quase 10 anos, e promoveu uma revolução educacional e cultural no Estado. Criou programas de valorização do professor como o Plano de Carreira e Subsídios, cursos de capacitação e formação continuada, criou o Salão do Livro do Tocantins, instalou as primeiras escolas de tempo integral, popularizou as bibliotecas escolares, promoveu a educação indígena e a inclusão digital nas escolas, entre muitas outras ações.

Um dos mais importantes programas criados por Dorinha foi o Escola Comunitária de Gestão Compartilhada, que revolucionou a relação escola/comunidade democratizando os recursos e dando autonomia de gestão às unidades de ensino. O programa foi copiado por diversos estados brasileiros. Professora Dorinha colocou o Tocantins em destaque nacional quando ocupou a presidência do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) por dois mandatos.

Foi eleita deputada federal pelo Tocantins pela primeira vez em outubro de 2010. Em seu primeiro mandato, fez parte de diversas comissões, onde destacam as de Educação, Cultura, Especial de Reformulação de Ensino Médio, e teve participação fundamental na votação do Plano Nacional de Educação com a aceitação dos 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a área, entre outras importantes metas.

A deputada Professora Dorinha ainda foi relatora da Proposta de Emenda Constitucional nº 15/15, que instituiu permanente o Novo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – Fundeb. Para regulamentar o Fundo, a parlamentar foi autora do Projeto de Lei 4372/2020. O Fundeb é a principal fonte de financiamento da educação pública brasileira e na forma como está tem será encerrado este ano o que torna urgente a aprovação da PEC.

Atualmente, a parlamentar é presidente da Frente Parlamentar Mista da Educação no Congresso Nacional, que tem o objetivo de colocar a educação no cento dos debates no Congresso Nacional e líder da Bancada Feminina na Câmara dos Deputados.